12ª Fliporto celebra o êxito e a boa aceitação no retorno à Porto de Galinhas

Cerca de 10 mil visitantes circularam entre os 10 espaços da Festa Literária Internacional de Pernambuco, a Fliporto, espalhados durante os últimos 4 dias no centro da praia de Porto de Galinhas. A aceitação do público, em relação à programação apresentada pelo evento e o retorno ao balneário passados 7 anos da realização da última Fliporto nesta praia, foi de 95%, entre ótimo e bom. Além disso, a festa trouxe uma movimentação financeira em torno de 3 milhões para o comércio local, principalmente entre os segmentos de hotelaria e alimentação.

Destaque para o Congresso Literário, principal polo da Fliporto, que trouxe nomes como Nelson Motta, Felipe Folgosi, Cláudia Alencar, Maria Zilda, Raimundo Carrero, Anabella Lópes, Maria de Lourdes Hortas, Antônio Campos, Jô Mazzarolo, Nando Cordel, o acadêmico Alvaci Raposo falando sobre a obra de Marcus Accioly e a poeta portuguesa Maria João Cantinho, com mesas bastante concorridas, como a do jornalista, compositor, roteirista e escritor paulista Nelson Motta, que falou sobre Literatura e Música na noite do último sábado (11), e a abertura oficial do evento, protagonizada pela prefeita do Ipojuca, Célia Sales, e demais autoridades locais. A Fliporto Geek, novo espaço da festa literária voltado para a cultura pop e para o universo geek e nerd, também trouxe uma programação diferenciada com desfile de cosplayers e oficinas de desenho. As artes plásticas tiveram um polo exclusivo, localizado ao lado do Congresso Literário, com a exposição permanente de peças de artistas locais do Ipojuca. Na Fliporto Galerinha, teve lançamento de livro do autor mirim Daniel Álvarez e muita recreação infantil e educativa, além das apresentações da Carroça do Encantado, que circulou pelas ruas de Porto de Galinhas durante o evento. Já a EcoFliporto, levou para a EcoAssociados palestras e oficinas de cunho ambiental, inclusive sobre baobás, enquanto a Fliporto Musical agitou os finais dos dias da Fliporto com Vintage Pepper, Uptown Blues Band e Nando Cordel, este último fez o encerramento da Fliporto no Restaurante Itaoca, na tarde do domingo (12).

A gastronomia mais uma vez teve seu espaço na Fliporto, que contou com a participação de restaurantes locais, como o Itaoca, Domingos, Gratin, Mamma Mia e Beijupirá. No total, 12 estabelecimentos participaram do Fliporto Gastrô e dedicaram pratos às canções de Nando Cordel, homenageado do circuito.

A Fliporto Cult trouxe apresentações como a da Orquestra Cidadã Meninos do Ipojuca, para o palco da Porto Cult. Por fim, a Feira de Livros, tradicional braço da Fliporto, que levou para a Rua das Piscinas Naturais livros com preços acessíveis e sessões de autógrafos com os convidados do Congresso, e a Tribuna Livre, onde os visitantes da festa podiam recitar poemas ou trechos de livros para o público. Mais uma vez, contamos com a presença da Literatrupe e o seu arrastão poético declamando versos e músicas pelas ruas de Porto de Galinhas, e uma novidade desta edição foi a Chuva de Livros, com a distribuição de mais 1000 livros em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

A curadoria da 12ª Fliporto é assinada pelo advogado e escritor Antônio Campos e pelo produtor cultural Eduardo Côrtes, com produção da Promundo e realização da Editora Fliporto, Cia do Lazer, Grupo Nativo. A Prefeitura de Ipojuca é patrocinadora máster do evento

Deixe uma resposta